ACESSO RÁPIDO
Hospital Dom João Becker

Hospital Dom João Becker retoma cirurgias plásticas

Publicado
Hospital Dom João Becker retoma cirurgias plásticas

Reabilitar, promover o bem-estar, melhorar a autoestima, trabalhar o psicológico e evitar, até, a depressão. Assim dá para resumir o papel da cirurgia plástica na sociedade e na vida das pessoas. Pensando nisso, o hospital Dom João Becker retoma a oferta desse tipo de especialidade com um novo formato. O cirurgião plástico Eduardo Madalosso Zanin chega a Gravataí para procedimentos que vão além das questões estéticas em homens e mulheres.

Cirurgias faciais (pálpebras, orelha, etc.), rinoplastia (correção do nariz), aumento mamário, correções de cicatrizes, tratamento de tumores de pele e sequelas de queimaduras, abdominoplastias, cosmiatria (botox e preenchedores) entre outros, já podem ser realizados no hospital. Esses procedimentos têm impacto direto no bem-estar do paciente. “A cirurgia plástica devolve a autoestima, afastando problemas relacionados à autoimagem, como a depressão. Também auxilia na recuperação de doenças e aspectos funcionais do corpo”, afirma Zanin. Segundo ele, essa especialidade médica reabilita e reinsere os pacientes na sociedade.

De acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgias Plásticas (ISAPS), o Brasil é o segundo país que mais realiza procedimentos no mundo, com cerca de 1,5 milhão de cirurgias por ano. Entre os tratamentos mais procurados, estão os implantes de silicone nos seios e as lipoaspirações nas mulheres e as rinoplastias e otoplastias (correção de orelhas de “abano”) nos homens. “Entendemos que pelo crescimento populacional de Gravataí se fazia necessário a retomada dessa especialidade que tem uma função social altamente relevante. Não estamos apenas promovendo a saúde física, mas também a saúde psicológica dos pacientes, a partir de sua autoafirmação”, comenta o superintendente do Hospital Dom João Becker, Antonio Weston.

PELO SUS – É possível realizar cirurgias plásticas pelo Sistema Único de Saúde? De acordo com Eduardo Zanin, é necessário avaliar se o procedimento irá realmente impactar na qualidade de vida do paciente. Geralmente, o postulante passa por algumas avaliações médicas prévias, atendimento de assistentes sociais e psicólogos. Não é comum a autorização desse tipo de procedimento pelo SUS, no entanto o desdobramento de cirurgias bariátricas ou a redução de mamas em decorrência de problemas de coluna, por exemplo, são aceitos pelo Sistema em alguns casos.

Mais informações sobre as cirurgias plásticas no Hospital Dom João Becker (convênios e particulares) pelo fone (51) 3214-8888 ou pelo whatsapp (51) 99709-8648.

Texto e imagem: Nelson Dutra/Santa Casa


109 visualizações