ACESSO RÁPIDO

Doação de leite humano

O Banco de Leite Humano da Santa Casa é um lugar de apoio, incentivo e estímulo ao aleitamento materno. Além de auxiliar as mães a amamentarem, realiza a coleta, armazenamento e processamento do leite coletado.

O local é aberto a toda comunidade: qualquer mulher que esteja amamentando e que precisa ajuda neste processo ou que deseja doar seu excedente de leite pode procurar o banco.

Quem pode doar leite

Qualquer mulher que esteja amamentado, com excedente de leite no peito e que seja saudável. Não pode ser fumante, usuária de álcool ou drogas.

 

O que é necessário para ser doadora

Se cadastrar no Banco de Leite Humano, trazendo seus exames do pré-natal para avaliação. Após o cadastro o leite pode ser retirado no Banco de Leite ou em casa, seguindo orientações recebidas.

 

Como se dá o processo de cuidados com este leite doado

O leite será analisado físico, químico e microbiologicamente, passará pelo processo de pasteurização e somente após, será utilizado para os bebês internados.

 

Quem vai receber o leite

Bebês internados na neonatologia, cujas mães não produzem leite em quantidade suficiente ou não poderão amamentá-los. A maioria destes bebês é prematuro.

Lembre-se: A doação do excedente de leite não diminuirá a sua quantidade de leite. Quanto mais leite “sai” da mama, mais a mama irá produzir.

 

Cuidados no momento da ordenha (retirada) do leite e armazenamento

  • Lavar bem as mãos e antebraço
  • Retire adornos, proteja a boca e o nariz com mascar ou pano limpo
  • Prenda os cabelos com touca ou uma toalha
  • Lave as mamas com água e retire as primeiras gotas e/ou jatos de leite, desprezando-os

 

Recipiente para coleta

  • Frascos de vidro com tampa plástica (sem o papelão do interior da tampa). Este frasco deve ser lavado com água e detergente neutro. Ferver o vidro e tampa por 15 min. Deixar secar naturalmente, emborcado em pano limpo.
  • Se for utilizar esgotadeira (aparelho de tirar leite) para retirar leite, deve passar pelo mesmo processo.
  • Após esgotar a mama (retirar o leite), o frasco deve ser armazenado no freezer, etiquetado com identificação do nome, data e hora da 1ª coleta.
  • As próximas ordenhas podem ser feitas com o auxílio de uma xícara limpa e fervida previamente.
  • Junte o leite coletado ao leite pré-congelado.

 

Após a coleta, o que fazer?

  • O leite pode ficar armazenado até 15 dias no freezer e/ou congelador.
  • Se o leite será trazido para o Banco de Leite Humano, deve chegar no máximo até 10ºdia.
  • Para o transporte: o leite deverá ser transportado congelado em isopor ou caixa isotérmica, limpos e íntegros, sem gelo até o Banco de Leite Humano o mais rápido possível.

 

Informações importantes

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o aleitamento exclusivo, sem complementar com nenhum alimento ou líquido, até o 6° mês de vida. Deve-se continuar amamentando até os dois anos ou mais, iniciando a introdução gradual de outros alimentos após o 6° mês.

O leite materno contém todos os nutrientes necessários, inclusive água, para o bebê ser saudável nos primeiros anos de vida. É rico em anticorpos, o que previne uma série de doenças, principalmente respiratórias e digestivas. Evita alergias, doenças crônicas e estimula o desenvolvimento mental do bebê.

É fortalecido o vínculo afetivo durante a amamentação, principalmente entre mãe-filho pelo contato pele a pele, o que facilita os relacionamento futuros da criança com outras pessoas.

Amamentar ajuda a mãe a retornar seu peso anterior à gestação; aumenta a auto-estima; diminui o sangramento pós parto e estudos evidenciam a diminuição do risco de desenvolver câncer de mama e ovários nas mulheres que amamentaram.

  

Cuidados que facilitam a amamentação

  • Procure manter-se relaxada ao amamentar: fatores com o estresse, medo, ansiedade dificultam a amamentação
  • Mamas muito cheias podem tornar-se difíceis para o bebê sugar, o que pode ocasionar o aparecimento de lesões mamárias (rachaduras ou fissuras).
  • Ofereça com mais freqüência o peito ou extraia o excedente de leite para evitar o engurgitamento mamário que pode evoluir para mastite.
  • Às vezes o bebê não está “pegando” corretamente o peito, podendo ocasionar as “fissuras”. Estimule-o a abocanhar quase toda a aréola, para não sugar somente no mamilo.
  • Após o nascimento, os bebês mamam com muita frequência. Não imponha horários fixos nem limite o tempo do bebê sugar o seio. É importante que ele esvazie bem uma mama para depois passar para a outra. O leite do final da mamada é rico em gorduras que vai fazer com que ele ganhar peso adequadamente e ficar saciado.

 

 
Local para doação: Banco de Leite Humano
Localização: 1º andar do Hospital Santa Clara, junto à Maternidade Mário Totta
Horário: diariamente das 7h às 12h e das 13h às 18h30, inclusive nos sábados, domingos e feriados