Institucional

Dia do Rim: Santa Casa realiza ações em alusão à data

Publicado
Dia do Rim: Santa Casa realiza ações em alusão à data

O serviço de Nefrologia da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre promoveu ações em alusão ao Dia Mundial do Rim, celebrado hoje (14/03). Na praça central da Santa Casa, foram realizadas aferição de pressão e medição de glicose para colaboradores, pacientes e acompanhantes. Além disso, materiais informativos sobre o cuidado com as doenças renais foi distribuído para a comunidade.

O Hospital da Criança também contou com atividades para os pequenos. Com a presença do Castor Heitor, mascote da unidade, a ação contou com orientações de saúde e atividades como pinturas para as crianças.

Sobre a data

Este ano, as ações do Dia Mundial do Rim promovidas pela Sociedade Brasileira de Nefrologia, tem a proposta de aumentar a conscientização sobre a alta e crescente presença de doenças renais em todo o mundo e a necessidade de estratégias para a prevenção e o gerenciamento de doenças renais.
A saúde do rim para todos, em qualquer lugar, propõe uma cobertura universal de saúde para prevenção e tratamento precoce da doença renal.

O objetivo final desta política é o de promover a saúde da população, garantindo o acesso universal, sustentável e equitativo provendo os cuidados essenciais, e de alta qualidade na saúde, e permitindo a acessibilidade à informação e tratamento da doença renal nos diferentes grupos socioeconômicos.

Sobre a Doença Renal Crônica
A doença renal crônica (DRC) se caracteriza por lesão nos rins que se mantém por três meses ou mais, com diversas consequências, pois os rins têm muitas funções, dentre elas: regular a pressão, filtrar o sangue, eliminam as toxinas do corpo, controlar a quantidade de sal e água do organismo, produzir hormônios que evitam a anemia e as doenças ósseas, entre outras. Em geral, nos estágios iniciais, a DRC é silenciosa, ou seja, não apresenta sintomas ou eles são poucos e inespecíficos. Por causa disso, pode haver demora no diagnóstico e ele só acontecer quando o funcionamento dos rins já está bastante comprometido, necessitando para manutenção da vida do indivíduo, tratamento por meio da diálise ou transplante renal. Assim, são fundamentais a prevenção e o diagnóstico precoce da doença, que tem tratamento e que pode ser observada com a realização de exames de baixo custo, como o exame de urina e a dosagem de creatinina no sangue.


366 visualizações