Institucional

Santa Casa comemora 215 anos

Publicado 20 de outubro de 2018
Santa Casa comemora 215 anos

 

Santa Casa comemora 215 anos

 

Com mais de dois séculos de atuação, instituição se mantém atualizada nos serviços que oferece, nas tecnologias que possui e na qualificação de sua gestão

Amanhã, dia 19 de outubro, a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre completa 215 anos de sua fundação. O hospital mais antigo do Rio Grande do Sul realiza mais de seis milhões de procedimentos em saúde por ano, sendo mais de 60% deste volume direcionado a usuários do Sistema Único de Saúde, conforme a legislação da filantropia. Manter-se fiel a sua missão de origem, que é proporcionar ações de saúde a pessoas de todas as classes sociais, é um dos desafios diários da Santa Casa, que precisa contar com recursos advindos do fruto do atendimento de pacientes de convênios e particulares e de atividades acessórias, para cobrir o déficit que os atendimentos ao SUS geram a cada ano. Somente no ano passado, esta conta ficou em R$ 145 milhões e, neste ano, já são mais de R$ 100 milhões de déficit. Apesar das dificuldades, no ano passado a instituição cobriu o déficit através do fruto do seu próprio trabalho.

A Santa Casa é um dos mais modernos complexos hospitalares do país, sendo referência brasileira pela qualidade e segurança de sua Medicina, pelo humanismo de sua assistência, pela excelência de seus profissionais e pela modernidade de seus processos e equipamentos. É integrada por nove hospitais: Hospital Santa Clara (geral de adultos e materno-infantil), Hospital São Francisco (cardiologia), Hospital São José (neurologia e neurocirurgia), Hospital da Criança Santo Antônio (pediatria), Pavilhão Pereira Filho (pneumologia), Hospital Santa Rita (oncologia), Hospital Dom Vicente Scherer (transplantes) - localizados no quarteirão do Centro Histórico de Porto Alegre -, Hospital Dom João Becker - em Gravataí, incorporado à Santa Casa em agosto deste ano - e Hospital de Santo Antônio da Patrulha, sob gestão da Santa Casa desde 2017.

Principais conquistas do ano

Dois anos da realização de um sonho

Em maio, a Santa Casa celebrou o segundo ano de funcionamento da Casa de Apoio Madre Ana. O espaço proporciona acolhimento e convivência para pacientes da Santa Casa e seus familiares, oriundos de outras cidades e estados. Desde a sua inauguração, a casa já recebeu mais de 1.700 pessoas, sendo 60% provenientes de fora do Rio Grande do Sul. Santa Catarina e Paraíba são os estados com maior representatividade na Casa. Em sua maioria, são crianças com doenças do coração, com necessidade de transplante ou com câncer. A Casa de Apoio Madre Ana oferece, sem custos, hospedagem, cinco refeições diárias, material de higiene pessoal, roupas de cama e banho, além de acompanhamento social e conforto espiritual. O custeio para o seu funcionamento depende exclusivamente de doações de empresas e pessoas físicas. São 30 vagas disponíveis até o momento, porém, conforme o apoio da sociedade aumentar, este número poderá ser ampliado, além de promover melhorias nos espaços de convivência da Casa.

Alternativas para a sustentabilidade

A fim de desenvolver estratégias para minimizar o déficit que os atendimentos para pacientes usuários do Sistema Único de Saúde geram à instituição, a Santa Casa inaugurou importantes serviços neste ano. O Multicentros, localizado em um ambiente diferenciado de 590m², proporciona aos pacientes mais facilidade de acesso ao local direto do estacionamento, agendamento de consultas e procedimentos no local - além de central de autorizações própria -, possibilitando a realização de procedimentos ambulatoriais no mesmo dia da consulta. Ele é integrado por Centro de Odontologia - Cirurgia e Reabilitação Bucomaxilofacial, Centro de Medcina Cérvico Facial, Centro de Nódulos da Tireoide e Centro de Infusão.

A ocorrência cardiológica mais frequente na população - a arritmia - passou a contar com um centro pioneiro no país, internacional e exclusivo para o seu tratamento na Santa Casa. Localizado no Hospital São Francisco, o Centro Internacional de Arritmias - Instituto J. Brugada, dispõe de todos os tipos de diagnósticos, gerenciamento e tratamento de arritmias. A atuação internacional se dará devido ao contrato assinado com Josep Brugada, cardiologista espanhol que descobriu e dá nome à Síndrome de Brugada - uma arritmia hereditária que tem prevalência em homens jovens e pode causar morte súbita –, e que coloca o Instituto Brugada como parceiro no desenvolvimento das atividades médicas do Hospital São Francisco. Brugada passará a integrar o corpo clínico da instituição, onde periodicamente irá realizar procedimentos em pacientes.

Ampliação da assistência

Com o objetivo de ampliar a sua assistência para a população da Região Metropolitana de Porto Alegre, a Santa Casa incorporou, em agosto, o Hospital Dom João Becker, de Gravataí. A unidade passou a integrar o patrimônio do complexo hospitalar, atendendo tanto usuários do SUS como de convênios e particulares. Com isso, a instituição estima ampliar a assistência da região, com uma melhor estruturação nas áreas de especialidades médicas a serem disponibilizadas, além da perspectiva de desenvolvimento de ampliação da assistência a convênios e particulares. Sendo esta, uma forma de assegurar a adequação do custeio da organização, conjugando os valores hoje disponibilizados pelos municípios ao Sistema Único de Saúde a necessária complementariedade que as instituições fazem tendo em vista o déficit do SUS.

Evento internacional sobre câncer reuniu mais de 300 palestrantes

Existem estudos e avaliações internacionais sugerindo que, a partir de 2020, o câncer supere as doenças cardíacas como principal causa de morte no mundo. Junto com este crescimento, surgem também inúmeros avanços no seu diagnóstico, tratamento e prevenção, que variam conforme o país, região e o acesso à saúde de cada pessoa. Neste sentido, em agosto, a Santa Casa proporcionou quatro dias de programação científica e educacional, em uma oportunidade multidisciplinar acerca de novidades em relação à prevenção, diagnóstico e tratamento de diferentes áreas do câncer. O Congresso do Hospital Santa Rita caracterizou-se como uma oportunidade de compartilhar experiências com renomados profissionais das principais instituições de oncologia do país e do exterior, e foram debatidos a prevenção, o diagnóstico e o tratamento do câncer e a reabilitação do paciente oncológico.

Novas soluções na área da saúde

A Santa Casa, mantendo sua tradição de pioneirismo e prezando por manter um ambiente que favoreça a inovação, passou a contar com este ano com o Centro de Inovação. O espaço, com mais de 500 m², é uma iniciativa em conjunto com a UFCSPA e pretende ser um local para geração de ideias e soluções na área da saúde. O espaço foi pensado para servir de referência física ao ecossistema de inovação em saúde do Rio Grande do Sul, bem como um portal de acesso ao quarteirão da saúde e todos os seus recursos para aqueles que querem inovar em saúde em colaboração com Santa Casa e UFCSPA. A ideia é que ali se instalem startups envolvidas em projetos de saúde, bem como unidades de desenvolvimento e inovação de fornecedores e parceiros tecnológicos da Santa Casa. Os desafios identificados, tanto no ambiente assistencial quanto no meio acadêmico, serão a base para os empreendedores proporem suas soluções inovadoras. O espaço, além de abrigar startups, também contará com Salas de Reunião; Espaço Maker, equipado com impressoras 3D e outros recursos para prototipagem, área de coworking, com cerca de 70 estações de trabalho, e um Lounge. A criação do centro traz agilidade para a resolução dos desafios da área da saúde e é um ambiente de relacionamento e troca entre a instituição, empreendedores e meio acadêmico.

Ampliação da Irmandade

No ano em que celebra seus 215 anos, a Santa Casa promoveu ampliação do quadro de sua Irmandade. A cerimônia de juramento e posse dos novos integrantes da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre ocorreu em setembro no Teatro do Centro Histórico-Cultural Santa Casa. Os novos Irmãos conferem força e intensidade à principal tarefa da Irmandade em seus mais de 200 anos de existência: a de prover e administrar este patrimônio social, que pertence à comunidade rio-grandense, chamado Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre.

Nova estrutura à disposição de todos

No dia 29/10, às 17h, ocorrerá a cerimônia de inauguração das modernizações e ampliações do Bloco cirúrgico, UTI e Unidade de Internação do Hospital São José, unidade especializada em neurologia e neurocirurgia da Santa Casa. Graças ao grupo Voluntárias pela Vida, que organizou uma série de ações beneficentes que viabilizaram a arrecadação de recursos para a execução da obra, haverá uma ampliação de 50% da área física do bloco cirúrgico e ampliação de 22% da capacidade cirúrgica da unidade hospitalar. Com essa mudança, haverá redução em até 80% do tempo de espera por uma cirurgia neurológica, que deverá passará de três a quatro meses para aproximadamente duas semanas. Esta entrega irá proporcionar maior segurança no processo assistencial, além de oferecer espaços mais acolhedores e adequados para os pacientes da instituição. Toda a infraestrutura estará à disposição de pacientes usuários do SUS, convênios e particulares.

 


443 visualizações