Hospital Dom João Becker

Santa Casa incorpora Hospital Dom João Becker

Publicado 31 de julho de 2017
Santa Casa incorpora Hospital Dom João Becker

Após estudos de viabilidade que tiveram início em fevereiro desse ano, amplo debate e anuência da Mesa Administrativa da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre e acertos operacionais tanto com a Sociedade Educação e Caridade (Mantenedora do HDJB) como com a Prefeitura de Gravataí, e, concordância do Ministério Público das Fundações, a partir de 1ª de agosto de 2018 a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre será a nova mantenedora e administradora do Hospital Dom João Becker (HDJB), vindo este a integrar o patrimônio do complexo hospitalar, atendendo tanto usuários do SUS como de convênios e particulares. "A Santa Casa está profundamente empenhada em manter o trabalho humanizado desenvolvido pelas Irmãs do Imaculado Coração de Maria, qualificando a gestão e os serviços de acordo com o padrão de excelência desempenhado nos demais hospitais da instituição", informa Julio Matos, diretor geral da Santa Casa.

Próximos passos

Em um primeiro momento, a Santa Casa procederá uma transição sem que haja descontinuidade nos serviços hoje prestados no Hospital Dom João Becker. Para isso, ela está assumindo todo o quadro de recursos humanos, bem como mantendo todos os contratos vigentes, especialmente na área médica.

A seguir, serão integrados todos os serviços médicos do HDJB aos da Santa Casa, buscando estabelecer padrões, protocolos e aperfeiçoamentos na dinâmica do processo assistencial. Pretende-se também, em curto prazo, estabelecer paridade entre os processos de trabalho do HDJB com o modelo de gestão da Santa Casa, "incluindo o que diz respeito ao desenvolvimento de recursos humanos com o seguimento - também em Gravataí - do Jeito Santa Casa de Ser, que se baseia nos contextos do cuidar, acolher e conviver", completa Matos.

Já estão previstas, no plano de viabilidade, as necessidades sequenciais de investimentos, especialmente de tecnologias de imagem e adequações em algumas áreas assistenciais. Assim como também deverá ocorrer a amplitude da assistência com uma melhor estruturação nas áreas de especialidades médicas a serem disponibilizadas, como também uma perspectiva de desenvolvimento de ampliação da assistência a convênios e particulares. Sendo esta, uma forma de assegurar a adequação do custeio da organização, conjugando os valores hoje disponibilizados pelos municípios ao Sistema Único de Saúde a necessária complementariedade que as instituições fazem tendo em vista o déficit do SUS.

Matos acrescenta: "A Santa Casa deseja poder trabalhar com o gestor municipal de Gravataí uma melhor estruturação do sistema de saúde do município, com uma integração dos recursos assistenciais disponíveis desde a assistência básica da cidade, aos Programas de Saúde da Família, especialidades, diagnósticos, até a assistência hospitalar". Ainda, a longo prazo, estima-se a edificação de novas unidades assistenciais, em terreno onde atualmente está localizada a moradia das Irmãs do Imaculado Coração de Maria. "O objetivo central de tudo isto é de que a população de Gravataí, em um futuro próximo, possa dispor - em sua própria cidade - tudo o que ela necessitar de assistência de média e alta complexidade, e que possa com isso, também facilitar e agregar valor à economia local", finaliza o diretor.

A Santa Casa

O Hospital Dom João Becker será a oitava unidade de saúde da Santa Casa, que já conta com outras sete existentes no quarteirão localizado no Centro Histórico de Porto Alegre: Hospital Santa Clara, Hospital São Francisco, Hospital São José, Pavilhão Pereira Filho, Hospital Santa Rita, Hospital da Criança Santo Antônio e Hospital Dom Vicente Scherer. O complexo também realiza, há mais de um ano, a gestão do Hospital de Santo Antônio da Patrulha. A instituição possui 1.060 leitos (60% SUS), 285 consultórios, 55 salas cirúrgicas, 147 leitos de Terapia Intensiva, 6.653 funcionários e 2.226 médicos. Realizou, em 2017, 887.680 consultas, 52.887 internações, 65.096 procedimentos cirúrgicos e obstétricos, 5.933.567 diagnósticos e tratamentos, totalizando 6.939.230 procedimentos. Importante destacar que 66% pacientes/dia desse volume de serviços foram prestados a pacientes do Sistema Único de Saúde, conforme a legislação da filantropia.

Entenda

A Santa Casa não comprou o Hospital Dom João Becker. Trata-se de uma doação onerosa por parte da Sociedade de Educação e Caridade (SEC) à Santa Casa. Ou seja, em contrapartida à doação do hospital, caberá à Santa Casa prestar atendimento às Irmãs integrantes da SEC pelo prazo de 20 anos, além de manter a missão da casa de saúde, que é, como a da Santa Casa, prestar atendimento em saúde com excelência a todas as pessoas, principalmente os usuários do SUS.

Texto: Adriana Contieri Abad

Foto: Alexandre Fritsch


478 visualizações